FORMAÇÃO SESI – SP EM PARCERIA COM A SME

PROGRAMA “NOVO OLHAR”

 

            Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação o SESI-SP realizou neste semestre o projeto “Programa Novo Olhar”, com formação e acompanhamento do processo, destinado aos professores de Língua Portuguesa e Matemática do Ensino Fundamental II – Anos Finais.

            A formação, realizada através de aulas presenciais em encontros coletivos e individuais, foi ministrada pelo Analista Técnico do SESI, professor Eduardo Arraes.

            O objetivo do Programa Novo Olhar foi enriquecer o repertório dos professores do Fundamental II do 6º ao 9º ano, proporcionando um olhar diferente para o que se faz em sala de aula.

            O Programa Novo Olhar é o maior projeto de formação continuada para a rede pública no Brasil. O programa atinge 5 mil professores e 150 mil estudantes em oitenta e nove municípios do Estado de São Paulo, dividido em dois eixos: Matemática com o Projeto PCMAT e Língua Portuguesa com o Projeto PALAVRA EM CENA.

            O público alvo para formação foram os professores de Matemática, com aulas abordando o PCMAT, ou seja, o pensamento computacional sem o uso de ferramentas tecnológicas, e os professores de Língua Portuguesa com aulas pautadas na linguagem de artes cênicas e dos jogos, PALAVRA EM CENA.

 No início do programa, os estudantes realizaram a uma avaliação diagnóstica de Língua Portuguesa e Matemática, elaborada pelo SESI-SP com o objetivo de identificar as limitações e o nível de conhecimento de todos os alunos do Ensino Fundamental II Anos Finais das duas escolas envolvidas no programa de formação: EM Cecília Cristina de Oliveira Rodrigues e EM Alfredo Schunck. Ao final do projeto, os estudantes serão reavaliados até o final do mês de novembro, a fim de averiguar o avanço após um semestre de formação.

            O município receberá o relatório de desempenho dos estudantes após a aplicação das duas avaliações – diagnóstica e final – com o objetivo de analisar o avanço dos discentes entre o início e o término do Programa Novo Olhar.

            O programa contou com 20 horas presenciais de formação docente, sendo 16 horas de encontros coletivos e 4 horas de encontros individuais, mais 10 horas EAD para cada componente curricular.

            Após os encontros coletivos e individuais PCMAT e PALAVRA EM CENA realizados com os professores de Matemática e Língua Portuguesa, o analista técnico Professor Eduardo Arraes avaliou positivamente a organização das formações, o espaço oferecido para a realização das aulas presenciais, a recepção dos professores e estudantes nas escolas em que o formador esteve presente nos encontros individuais, o interesse dos professores em desenvolver as atividades propostas, a participação e desempenho dos alunos.

            Os docentes tiveram espaço para expressar seus pensamentos, opiniões e falar de suas ansiedades e expectativas em sala de aula. Os encontros foram ministrados de forma democrática pelo formador Arraes, o qual deixou claro que a mudança de postura dos estudantes é o que realmente interessa. É mais do que apenas Português e Matemática”.