Categoria Todas as Notícias

FINAL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE EMBU-GUAÇU

Domingo dia 20 de agosto, acontecerá as finais da Primeira divisão de Embu-Guaçu, o Campeonato mais importante da Cidade, os jogos acontecerão no Estádio Municipal Bento Pires de Moraes, Localizado na Rua Egas dos Santos n° 181, não deixe de assistir !!!

 

 

 

PDUI-RMSP ELEGE REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVILEM 26/08

A Sub-região Sudoeste realiza assembléia pública às 9h em Embu das Artes para escolha dos participantes nas instâncias do PDUI

A Sub-região Sudoeste da Região Metropolitana de São Paulo −Cotia, Embu, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista − realiza no dia 26/08, sábado, em Embu das Artes, assembléia pública para eleger os representantes da sociedade civil organizada que vão participar da elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI-RMSP). O evento está marcado para as 9h, no Parque do Lago Francisco Rizzo.

Organizadas pela Secretaria Executiva do Conselho de Desenvolvimento da RMSP, em conjunto com as coordenações sub-regionais e o município de São Paulo, assembléias públicas vão acontecer nos dias 25 e 26/08 nas outras quatro sub-regiões da RM, mais o município de São Paulo, para eleger 30 representantes da sociedade civil, 12 dos quais integrarão o Comitê Executivo (CE) e 18 a Comissão Técnica (CT).

Após as assembléias sub-regionais, ocorrerá no dia 28/08 em São Paulo uma assembléia geral com todos os eleitos, para definição da composição por instância ─ conforme deliberado pelo Comitê Executivo, atendendo às exigências do Estatuto da Metrópole.

O objetivo do PDUI é traçar as diretrizes que vão orientar o desenvolvimento urbano e regional. De acordo com o Estatuto da Metrópole, os Planos devem ser realizados por regiões metropolitanas e aglomerações urbanas em três anos, a partir de 2015, quando a Lei Federal nº 13.089 foi promulgada.

Instâncias do PDUI

A composição do CE e da CT passa a ser tripartite ─ Estado, municípios e sociedade civil, cada qual representando, igualmente, um terço nas votações que se fizerem necessário. O Comitê Executivo tem caráter deliberativo e seu propósito é promover a articulação e a coordenação entre as partes do processo de elaboração do PDUI-RMSP até sua aprovação.

Já a Comissão Técnica tem por função promover as atividades do PDUI, acompanhar seu desenvolvimento em consonância com o Estatuto da Metrópole, bem como pautar e organizar os documentos que serão objeto de aprovação pelo Comitê Executivo.

Para acessar o Regulamento e demais documentos, acesse: www.pdui.sp.gov.br/rmsp

SERVIÇO

Assembléia geral: 28/08/17, 14h00, Rua Boa Vista, 170 − Auditório B/Mezanino, SP-Capital

Assembléia Sub-região Sudoeste: Cotia, Embu, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.

– 26/08/17, 9h, Parque do Lago Francisco Rizzo

– Rua Alberto Giosa, 390, Centro – Embu das Artes-SP

VENHAM PARTICIPAR DA CRIAÇÃO DO “CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICAS CULTURAIS”

A Criação do Conselho Municipal de Políticas Culturais é um ato de extrema importância para que possamos desenvolver a cultura de nosso município e para isso precisamos da participação da sociedade civil.
Para participar, é preciso estar cadastrado na Secretaria de Cultura pelo CIC – Cadastro de Identificação da Cultura, para isso é necessário: 1 foto 3×4 atual e profissional, comprovante de endereço, RG e CPF. Em seguida solicite seu cadastro no projeto do Conselho de Cultura. Você vai precisar somente comprovar atuação em uma das seguintes áreas:
1) Artes Visuais e Plásticas
2) Artesanato
3) Artes cênicas
4) Audiovisual
5) Dança
6) Tradição e Folclore
7) Produção Literária
8) Música
9) Locutores, apresentadores e radialistas
10) Organizadores de Eventos.
-Como se comprova atuação em uma dessas áreas?
*Primeiramente você poderá ser enquadrado de duas formas. Como amador ou como profissional.
AMADOR – Não tem formação na área e nem é filiado ao órgão da classe.
PROFISSIONAL – Tem formação na área e na maioria das vezes é filiado ao órgão da classe.
EXEMPLOS:
Ator Amador: Participa de pequenos trabalhos na área do teatro, porém, não fez um curso técnico ou superior de artes cênicas. Não tem diploma deste curso. Não tem registro profissional no órgão DRT.
Profissional: Participa de trabalhos mais elaborados, normalmente produzido por empresas do ramo, as produtoras. Tem curso de artes cênicas em nível técnico ou superior. Tem registro profissional no órgão DRT.
-Como comprovar vivência na área?
*Existem várias formas e todas elas são bem vindas. Pegando ainda o exemplo do ator, seja ele amador ou profissional, existem formas de comprovar a sua vivência na área através de documentos de formação técnica ou superior, carteirinha do DRT, contratos de trabalho, recortes de jornais e revistas, fotos e vídeos. Outros profissionais podem comprovar apresentando suas obras e o artesão deve ainda comprovar sua capacidade de desenvolvimento do trabalho para uma comissão avaliadora.
-Após termos o cadastro de todos os setores, cada grupo vai se reunir e eleger seus representantes. Para eleger cada representante, só pessoas que comprovem vivência naquela área e que estejam devidamente cadastradas antecipadamente na Secretaria de Cultura é que poderão votar.
– Os cadastros estão abertos até 25 de outubro! Faça a sua inscrição e participe do processo de mudança da realidade cultural de nossa cidade!

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE EMBU-GUAÇU
PRAÇA IVAN BRAGA DE OLIVEIRA, S/N, CENTRO DE EMBU-GUAÇU, SP
TEL: 4661-9029. 

 

 

SEMIFINAIS DA PRIMEIRA DIVISÃO DE EMBU-GUAÇU

Aconteceu neste final de semana as semifinais da Primeira divisão de Embu-Guaçu, o Campeonato mais importante da Cidade, os jogos aconteceram no Estádio Municipal Bento Pires de Moraes, Localizado na Rua Egas dos Santos n° 181.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PEÇA TEATRO – INTENDA COMO QUI…ZÉ!?!?

A peça conta a história de uma família, moradora da cidade fictícia de Mulambeta, em que o cotidiano é voltado para a grande expectativa do filho mais velho de um casal que foi para a cidade grande estudar medicina. Para a surpresa de todos, ele retorna com uma nova profissão. Assim se desenvolve toda uma dramaturgia que prende o público até o final da história.
Local – Centro Cultural de Embu-Guaçu. (Praça Ivan Braga de Oliveira)
Data – Sexta, dia 18/08/17 09h00 e 20h00
Sábado, dia 19/08/17 20h00
Censura – 16 anos (Apresentar RG)
Entrada Franca

Outras informações: 11 4661-9029

 

EM RESPEITO AO MEIO AMBIENTE PREFEITURA INSTALA PONTO ECOLÓGICO

Foi instalado no Cipó o primeiro ponto ecológico, ele é desenvolvido totalmente em material reciclado, são produzidos com madeira plástica (MADEIRA PLÁSTICA é um material gerado através da reciclagem de lixo plástico – garrafas pet, pneus, sacolas…), sua conservação é mais prática e econômica pois não requer pintura nem verniz, não lasca, não solta farpas, imune a cupins e extremamente resistente.
Pensando na sustentabilidade este será o primeiro ponto, em fase de teste.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FEIRA NOTURNA DO CIPÓ

A feira noturna do Cipó é realizada às quartas-feiras, das 17h às 22h, na antiga “Praça da Cobra”.

A feira conta com as mais diversas barracas, desde a do tradicional caldo de cana e pastel, não perca essa oportunidade e aproveite as melhores frutas, verduras, legumes, queijos, peixes, frangos e alimentos orgânicos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

XI CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

A XI Conferencia Municipal de Assistência Social teve como tema central “Garantia de direitos no fortalecimento do SUAS” aconteceu no dia 28 de julho de 2017, no Centro Cultural de Embu-Guaçu, localizado à Praça Ivan Braga de Oliveira, s/n, Centro, nesta cidade, foi avaliado a situação atual da Assistência Social e proposta novas diretrizes para o seu aperfeiçoamento, em especial os avanços do Sistema Único de Assistência Social – SUAS.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em memória de Izilda Pedro.

ESTRADA DO BELVEDERE RECEBE MANUTENÇÃO

O acesso andava muito perigoso, sem manutenção e quando chovia ficava praticamente impossível de transitar. Iniciamos na última semana o processo de cascalhamento da estrada, cerca de 5 km de estrada receberam manutenção que possibilita o acesso aos munícipes durante o ano todo, com chuva ou não.
O processo de melhoria na estrada tornará o tráfego no local mais seguro, ajudando a melhorar o bom fluxo dos veículos e munícipes que por ela transitam.