Categoria Cultura

VENHAM PARTICIPAR DA CRIAÇÃO DO “CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICAS CULTURAIS”

A Criação do Conselho Municipal de Políticas Culturais é um ato de extrema importância para que possamos desenvolver a cultura de nosso município e para isso precisamos da participação da sociedade civil.
Para participar, é preciso estar cadastrado na Secretaria de Cultura pelo CIC – Cadastro de Identificação da Cultura, para isso é necessário: 1 foto 3×4 atual e profissional, comprovante de endereço, RG e CPF. Em seguida solicite seu cadastro no projeto do Conselho de Cultura. Você vai precisar somente comprovar atuação em uma das seguintes áreas:
1) Artes Visuais e Plásticas
2) Artesanato
3) Artes cênicas
4) Audiovisual
5) Dança
6) Tradição e Folclore
7) Produção Literária
8) Música
9) Locutores, apresentadores e radialistas
10) Organizadores de Eventos.
-Como se comprova atuação em uma dessas áreas?
*Primeiramente você poderá ser enquadrado de duas formas. Como amador ou como profissional.
AMADOR – Não tem formação na área e nem é filiado ao órgão da classe.
PROFISSIONAL – Tem formação na área e na maioria das vezes é filiado ao órgão da classe.
EXEMPLOS:
Ator Amador: Participa de pequenos trabalhos na área do teatro, porém, não fez um curso técnico ou superior de artes cênicas. Não tem diploma deste curso. Não tem registro profissional no órgão DRT.
Profissional: Participa de trabalhos mais elaborados, normalmente produzido por empresas do ramo, as produtoras. Tem curso de artes cênicas em nível técnico ou superior. Tem registro profissional no órgão DRT.
-Como comprovar vivência na área?
*Existem várias formas e todas elas são bem vindas. Pegando ainda o exemplo do ator, seja ele amador ou profissional, existem formas de comprovar a sua vivência na área através de documentos de formação técnica ou superior, carteirinha do DRT, contratos de trabalho, recortes de jornais e revistas, fotos e vídeos. Outros profissionais podem comprovar apresentando suas obras e o artesão deve ainda comprovar sua capacidade de desenvolvimento do trabalho para uma comissão avaliadora.
-Após termos o cadastro de todos os setores, cada grupo vai se reunir e eleger seus representantes. Para eleger cada representante, só pessoas que comprovem vivência naquela área e que estejam devidamente cadastradas antecipadamente na Secretaria de Cultura é que poderão votar.
– Os cadastros estão abertos até 25 de outubro! Faça a sua inscrição e participe do processo de mudança da realidade cultural de nossa cidade!

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE EMBU-GUAÇU
PRAÇA IVAN BRAGA DE OLIVEIRA, S/N, CENTRO DE EMBU-GUAÇU, SP
TEL: 4661-9029. 

 

 

PEÇA TEATRO – INTENDA COMO QUI…ZÉ!?!?

A peça conta a história de uma família, moradora da cidade fictícia de Mulambeta, em que o cotidiano é voltado para a grande expectativa do filho mais velho de um casal que foi para a cidade grande estudar medicina. Para a surpresa de todos, ele retorna com uma nova profissão. Assim se desenvolve toda uma dramaturgia que prende o público até o final da história.
Local – Centro Cultural de Embu-Guaçu. (Praça Ivan Braga de Oliveira)
Data – Sexta, dia 18/08/17 09h00 e 20h00
Sábado, dia 19/08/17 20h00
Censura – 16 anos (Apresentar RG)
Entrada Franca

Outras informações: 11 4661-9029

 

INSCRIÇÕES ABERTAS – AULAS DE MÚSICA

Estão abertas as inscrições para aulas de música com a professora Magda. As aulas acontecerão todas as quintas-feiras feiras, no Centro Cultural de Embu-Guaçu. Os cursos são de instrumentos de cordas, sopro e teclas.

Requisitos:

 
• Idade mínima de seis anos, e sem limite de idade.

• RG e CPF originais, comprovante de endereço, e uma foto 3×4 atual. Para quem já tem o CIC da Secretaria de Cultura, não há necessidade de apresentar estes documentos, apenas a própria
carteirinha.

• Menores de idade só poderão ser matriculados com a presença
de seu representante “legal”, munido de CPF e RG.
Mais informações com a Secretaria de Cultura através do telefone:4661-9029.

 

As vagas são limitadas!

 

 

 

VAGAS PARA AULAS DE BALÉ EM EMBU-GUAÇU

VAGAS PARA AULAS DE BALÉ EM EMBU-GUAÇU

Ainda há vagas para aulas de ballet em Embu-Guaçu, que começaram ontem, dia 22 de maio, com a instrutora Laura Franco. As turmas são no período da manhã, e da tarde. A idade mínima é de 5 anos completos, e os documentos necessários para inscrição do aluno são:

– RG ou certidão de nascimento originais,
– CPF (obrigatório para qualquer idade),
– comprovante de endereço,
– uma foto 3×4 atual.

O responsável ‘legal’ deverá apresentar também seu CPF e RG originais.

Mais informações com a Secretaria de Cultura, pelo telefone 4661-9029.

 

 

 

 

 

 

 

APRESENTAÇÃO DA PEÇA “O BROTO” ENCANTOU PÚBLICO PRESENTE.

 

No último domingo, 21/05, o Grupo Teatral Di Atus de Santa Bárbara do Oeste-SP, se apresentou, como anunciado, no Salão de Atos do Centro Cultural de Embu-Guaçu. Embora a chuva não tenha dado trégua, cerca de sessenta pessoas colocaram as suas fomes de cultura acima da chuva e foram prestigiar o evento. A peça, que provoca uma profunda reflexão por parte do espectador, é inspirada no famoso livro “O Meu Pé de Laranja Lima”. Na plateia, pessoas de várias idades reagiam positivamente a bela composição e releitura da obra, belamente produzida no palco. Ao final, não faltaram perguntas para o bate-papo proposto pelos artistas e restou para todos a descoberta de que “cuidar do broto tem importância imensurável”.

A Secretaria Municipal de Cultura agradece pelo belo trabalho do Grupo, pela presença do público e agradece ainda a presença da Presidente do Fundo Social de Solidariedade, Sra. Maria Senhorinha.

 

 

Peça premiada “O Broto” estará em Embu-Guaçu dia 21 de maio.

Nesse Domingo dia 21 de maio as 19h será  apresentado pelo grupo teatral barbarense, Dirigido por Otávio Delaneza, a peça premiada “o Broto”, a performance tem como base a obra literária “O Meu Pé de Laranja Lima”, de José Mauro de Vasconcelos.

A apresentação terá entrada franca e acontecerá no Centro Cultural, localizado na Praça Ivan Braga de Oliveira, Centro, Embu-Guaçu. 

 

Audiência Pública da Cultura

           Aconteceu a Primeira Audiência Pública da Secretaria Municipal de Cultura, para dar conhecimento a sociedade civil, sobre a minuta da Lei do Sistema Municipal de Cultura – SMC que está sendo implantada no Município.

O SMC é uma exigência feita pelo Governo Federal, para que o município seja inserido no acordo denominado SNC – Sistema Municipal de Culta. Este acordo entre Município e União tem como finalidade criar novas políticas culturais, com a participação da população, de forma que a cidade possa ter um maior desenvolvimento cultural, recebendo inclusive repasses de verbas que irão diretamente para o fundo de cultura, que será criado no decorrer deste processo.

           A audiência é um primeiro passo para mobilizar a sociedade, que passa a conhecer e a interagir com o novo sistema. O evento contou com a participação de um público composto pela sociedade civil e governamental. A recepção e apresentação foi feita pelo secretário Marco Santos e pela diretora Sarita Amaral.

Entre as autoridades presentes, também subiram ao palco para uso da palavra, os vereadores Sandro Social, Duda e Santana. A Secretária Izilda Pedro representou todos os secretários, e Vagner Jorge foi representante da sociedade civil. O Deputado Federal Goulart nos enviou sua assessora como representante, Solange Dias.

Diversos artistas do município estavam presentes e após este passo, um processo para a criação do Conselho Municipal de Políticas Culturais será organizado.

Parcerias e Recursos

Prefeitura vai  em busca de parcerias e recursos junto a  Secretaria da Justiça do Estado de São Paulo juntamente com nosso presidente da Câmara Municipal, Vereador Bacelar, para conversarmos com o secretário adjunto da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania, Luiz Madureira.

Discutimos sobre o Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos – FID, que possui como finalidade financiar projetos com objetivo a preservação e reparação de danos causados ao meio ambiente, ao consumidor, ao patrimônio histórico, turístico e paisagístico, visando o atendimento da coletividade.

Turismo em nossa cidade

Prefeitura faz duas reuniões com vereador Sandro Social  sobre turismo .

Os caminhos em relação a lei do Município de Interesse Turístico, para que possamos receber recursos do Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos administrado pelo DADE – Departamento de Apoio as estâncias, e investir no nosso turismo.

Conversarmos sobre um projeto que possibilite aproveitar um recuso já existente da Prefeitura, para implementação do leite nas escolas.