TREM TURÍSTICO

TREM TURÍSTICO

Resgate da nossa história e ferramenta para o desenvolvimento do turismo.

A Região Turística – Mananciais, Aventura e Arte, por seus representantes municipais, deliberaram pelo retorno do trem turístico, com a utilização da malha ferroviária já existente, que liga Mairinque a Santos e que perpassa as cidades que compõem a RT.

A visão do grupo é que o trem será uma forma de agregar os atrativos de cada cidade, Embu Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Ibiúna, Vargem Grande Paulista, Taboão da Serra, Embu das Artes e Cotia, utilizando o passeio do trem para divulgar toda esta região turística, com a criação de roteiros turísticos fazendo com que o turista permaneça em nossas cidades e aproveite o que cada cidade tem a oferecer.

O Grupo de Trabalho formado a partir da Câmara Temática de Turismo do Consulti, agente de governança responsável por este trabalho, é formado por Silvia Carvalho, Diretora de Turismo de Embu-Guaçu, Carlos Nery, Diretor de Turismo de Itapecerica da Serra e Olympia Navasquez, Secretária Adjunta de Turismo de Cotia, grupo este que tem a missão de elaborar o projeto e representar a RT em todas as instâncias governamentais.

Este grupo, juntamente com os prefeitos, já estiveram com o Sub-secretário de Assuntos Metropolitanos, Sr. Edmur Mesquita, e com o Secretário de Turismo, Sr. Fabricio Cobra, e discutiram sobre a viabilidade da implantação do trem turístico. A idéia foi bem aceita e os Secretários se dispuseram a colaborar com as prefeituras envolvidas para que este projeto seja realizado.

Como região turística, buscamos estratégias para fomentar o turismo de forma a agregar valor aos nossos atrativos e fazer conhecer todo o potencial desta região que, por certo, não se sustenta sozinha pelas deficiências e falta dos investimentos necessários para que cada cidade possa desenvolver o turismo isoladamente. É extremamente necessária esta parceria, esta união de forças entre os 9 municípios que compõem esta RT, que tem na proximidade territorial e nas similaridades de potencial turístico, que se moldam e convergem num mesmo sentido: riqueza de águas, diversidade cultural, religiosa e artística, a garantia que o turismo possa vir a ser a ferramenta essencial para o desenvolvimento social e econômico destas cidades.

 

 

Sobre o Autor

Departamento de Comunicação editor